Quem Somos

A SBD, inicialmente sob a denominação de Sociedade Brasileira de Dermatologia e Sifilografia, foi fundada em 5 de fevereiro de 1912, no Rio de Janeiro, tem por objetivo o estudo, o ensino e a pesquisa da Dermatologia e domínios afins.

Dentre os 18 fundadores, apenas 10 eram realmente dermatologistas. Entretanto, seu desenvolvimento foi rápido e um ano após a sua fundação já contava com 81 sócios, dos quais 52 eram do Rio de Janeiro.

Na presidência de João Ramos e Silva (1944) foi instituída a 1ª Reunião Anual dos Dermato-Sifilógrafos Brasileiros.

Em 1962, com 50 anos de existência, sob a Presidência de Rubem David Azulay, a Sociedade foi reestruturada no sentido de tornar-se realmente nacional; criaram-se assim, as secções Estaduais (01.09.1962) e estabeleceu-se que a Presidência da Sociedade deveria ser exercida, desde então, pelo Presidente da Reunião Anual.

Em 1971, sob a Presidência de Clóvis Bopp, por proposta de René Garrido Neves, à Sociedade foi conferida a função de zelar pelos interesses éticos, sociais e econômicos dos dermatologistas.

A SBD manifestar-se-á, sempre que necessário, sobre: definição de atos dermatológicos; delimitação de área de atividade do dermatologista; outros assuntos de interesse do exercício da profissão.

A SBD poderá propor às entidades competentes, medidas visando preservar, disciplinar e fiscalizar o exercício da Dermatologia.

A SBD procurará contribuir para a orientação e solução dos aspectos médicos-sociais da Dermatologia e domínios afins.

Em 2005 a SBD nacional iniciou um processo de aumento da autonomia das Regionais, culminando com a organização autônoma da SBD-BA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *